Uma bela peça de ficção


Gosto de política, não nego e negarei enquanto puder

Não, vc não leu errado, é isso mesmo: a frase é contraditória. Assim como o é a política que se prática no Brasil.

Acabo de ver, de relance, o início das defesas dos 40 acusados do mensalão. Sim, “aquele”, de 2 anos atrás. Só está sendo julgado agora, bem depois das eleições, bem depois do que nos lembramos…

A história, até aqui, já daria uma boa novela mexicana global. Não digo um bom filme de Scorcese, apesar da máfia montada, porque os personagens, apesar de maquiavélicos, são fracos do ponto de vista ideo-psicológico.
Quem tiver interesse, use o Santo Google e terá noticias completas sobre o tema. Aqui, só quero falar de arte.

A arte aqui, é justamente a frase título do post “uma bela peça de ficção”, que foi a frase usada por um dos advogados. Vejam, o mensalão existiu, e todos sabem disso, inclusive o governo (leia-se PT, já que o mesmo não ve a diferença entre um e outro) já o admitiu, ao afastar de seus quadros todos os envolvidos. Mas, teatralmente, um dos advogados disse que é uma obra de ficção.

Outras frases interessantes foram “a acusação nem sequer diz que crime meu cliente cometeu” ou “a acusação não especifíca quem fez qual crime especificamente” (contradizendo a primeira, que diz que não  havia crime) e por aí vai. Em resum, os advogados diziam que o cliente deles não fez nada.

É interessante como funciona o crime (e a política, seja la a diferença que haja entre eles): há um crime (trafego de influencia e corrupção ativa/passiva), há uma arma (dinheiro sujo, proveniente de lavagem), há uma vítima (o bom e velho Zé Povão), mas estranhamente o crime não tem criminoso. Não, não é que não acharam o criminoso! Segundo esses advogados, não há criminoso!
E eu que achei bárbaro 11 Homens  e um Segredo… bah!

Anúncios

Um comentário sobre “Uma bela peça de ficção

  1. 😆 Adorei! Inclusive, também adorei 11 homens e um segredo! Mas realmente, a política (não só nacional, mas internacional) é um absurdo!
    Uns acham que não cometeram crimes, outros acham cúlplices muçulmanos e culpam os próprios comparças, é muita doidera para um mundo só. E as crianças preocupadas em ter um mundo onde crescer ou se terão água no planeta. Eu tenho pena desses coitados! EU PENSO nisso também! Aliás, tenho péna de mim mesma!
    O interessante mesmo é que a população continua votando e acreditando nos mesmos contos com a esperança de uma segunda chance. Coitados! São mega generosos e ainda recebem como recompensa a traição daqueles em quem confiaram.
    É triste!
    Quanto ao julgamento:

    quando eu crescer quero ser política, ou ainda…advogada!

    Que coisa boa poder mentir sem ter que arcar com as consequências!

    Eis aqui uma nobre palhaça que vota em época de eleições…

    Até mais!

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s