A TAM e o Engraxate


O título bem poderia ser de uma fábula moderna, mas a história é real. O G1 publicou hoje a matéria do Paulo Luiz Vieira de Oliveira, engraxate da região da Tijuca no Rio.

Ante um competitivo mercado, onde disputa a freguesia com crianças e outros jovens, Paulo decidiu inovar: criou um tapete vermelho com uma cortina velha, conseguiu alguns ternos usados, gravata e em pouco tempo dobrou seu faturamento. Exatamente, dobrou, vendendo o mesmo serviço.

Em São Paulo, uma grande empresa (a maior da aviação nacional) faz o caminho inverso: cansou de se diferenciar da concorrência e preferiu oferecer lanches frios, aposentar o tapete vermelho e brigar centimetro a centimetro por preço com a novata GOL. Está perdendo.

O plebeu Paulo, com sua sabedoria urbana, descobriu que diferenciar poderia lhe proporcionar bons lucros. A TAM, em seu processo de “desrolinização”, está descobrindo que abrir mão das diferenças pode ser um árduo caminho para o fracasso. A má notícia: está trilhando esse caminho (rumo ao fracasso) com empenho e sucesso!

Parabéns… Paulo!

Anúncios

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s