O que somos


Falava hoje com um amigo que está mudando de fase da vida, indo para um colégio diferente e que estava triste por deixar os velhos amigos. Então disse algo para ele que me surpreendeu, mas que é o que penso, e já falei disso em outras vezes. Acredito que somos a nossa história, aquilo que vivemos. Pessoas que querem apagar parte do que viveram, lembranças, pessoas, querem, na verdade, apagar a si mesmas.

Quando me separei, há quase 3 anos, sofri muito. Mas foi um período de aprendizado. Aprendi com essa dor e “descobri” isso que escrevo agora. Descobri que as mágoas e dores, as lágrimas, deveriam servir para me ensinar algo. E então percebi que elas formaram o homem que sou hoje. E passei a buscar em meu passado as marcas que formaram o Sergio de hoje. Encontrei muitas delas, e encontrei nas coisas que vivi, muito do que sou hoje: as boas coisas que sou, mas também as ruins.

Não é um exercício fácil, mas é bom de fazer. Ajuda a entender um pouco de quem nós somos mas, principalmente, ajuda a entender o que podemos ser, o que precisamos ou queremos mudar, e até um pouco de como fazer. Tem muita coisa que quero mudar em mim…

Esse amigo estava triste pelos que não mais veria, que ele sabia que aconteceria isso. E eu falei que, se nao ver mais, deveria guardar na memória a lembrança do que essas pessoas foram para ele. A vida é isso, pessoas que passam e deixam marcas… e essas marcas são o que somos.

Anúncios

19 comentários sobre “O que somos

  1. Pena que muitas vezes temos que passar por essas coisas ruins, prá num futuro próximo se transformar em boas.
    Nossa já fazem 3 anos, pensei que fossem só 2, rrsrs
    Que bom que dessa dor você tirou um crescimento e um amadurecimento.
    Beijocas

  2. É facinante perceber o que essas mudanças, grandes ou pequenes, no passado, nos influencia hoje. Já sofri muito, ri muito, perdi muitos amigos com a distância, mais na lembrança, eles sempre vão estar junto de mim pra sempre.

  3. Pois é, Mamys… já se vão 2,5 anos… quase 3… se contar o inicio das turbulencias, já se vão mais de 3…

    Não, não gostei de ter passado, mas se passei, ao menos eu preferi aprender algo.

    Leidi

    Conhece o Efeito Borboleta?

  4. A vida é assim mesmo… Já perdi a conta de quantas pessoas eu considerava essenciais na minha vida e hoje nem as vejo mais. Me doía imaginar não ter alguns amigos ao meu lado, hoje eles são apenas uma lembrança. Me partia o coração em pensar não falar mais com alguém e hoje nem uma memória ele é.

    Mas… por outro lado, sei que há pessoas que sempre estão e estarão comigo. Como o Ssssssssnake, mesmo quando estamos afastados, ainda sei que tenho um grande amigo, perdido na selva de Sampa @_@

    Maninho, você tem toda razão, as dores nos fazem quem somos, mas nunca se esqueça que as alegrias e o amor também ;D

  5. Sim, sim, mana!

    Foi o que eu disse: as pessoas deixam marcas (boas e ruins) e as marcas são o que somos

  6. Nossa! Acho que andava precisando ler isso, guri…
    Esses dias mesmo, estava triste com “uma amizade” que para mim era muito especial, pelo menos, de minha parte era…
    Só que percebi que por mais que eu me esforce em tê-la por perto; mais a vejo se afastar. Não adianta minha insistência, ela é em vão, e infelizmente; não tem volta…só agora depois de um anos me caiu a ficha! rs…
    Sou durona e cabeçuda…mas, um dia eu aprendo! =(
    Definitivamente, deixemos cada um seguir seu próprio caminho, e que fiquem as lembrança algumas doces, outras; por demais amargas, porém, com elas aprendemos.

    Mas enfim; que venha o novo, pois há muita vida pra viver e pessoas pra conhecer! Não acha, baby?????? rsrs….

    =)

  7. Pingback: Sergio Luis via Rec6

  8. Perder quem amamos é definitivamente doloroso…..

    Mas muitas das vezes é necessário, e não tenho dúvidas do quanto crescemos com isso, e do quanto as vezes ficamos resistentes a tudo.

    Kisses =)

  9. O perigo não é ficarmos resistentes, mas insensíveis

  10. Pingback: Novos sons « Na Toca da Cobra

  11. Esse texto me recordou que recentemente também houveram mudanças no meu emprego. A minha primeira preocupação quando soube da possibilidade de transferência foi perder a cumplicidade que eu tinha com algumas pessoas.
    E quando desabafei essa incerteza, a resposta foi ótima: “que o lugar que a gente conquista no coração das pessoas é nosso, independente da distância.”
    E foi ótima minha mudança. Aprendo coisas novas, novas responsabilidades, reconhecimento do meu trabalho… Outras coisas tb mudaram, mas eu sei que ainda tenho o meu lugar guardado no coração de algumas pessoas.

  12. Pois é, Poetriz, é tão bom quando sabemos disso, de ter um lugarzinho…

    Eu tbm estou passando por mudanças profissionais. E Deus é alguém que sempre me surpreende.

    Obrigado, Papai!!!

  13. Pingback: Arrependimento « Na Toca da Cobra

  14. Pingback: Re-doendo « Sobre Mulheres e Homens

  15. Pingback: Para ouvir « Na Toca da Cobra

  16. Pingback: Futuro do pretérito « Na Toca da Cobra

  17. O que você teria para aprender se sempre desse tudo certo? E o fato de tudo sempre ter dado certo é garantia de sucesso eterno? Acredite: nunca estaremos totalmente prontos. Eu mesma, que sou mãe de um menino de 11 anos, não me sinto preparada para ser mãe de um pré-adolescente de 12 anos. O que eu não posso é desistir com medo de errar, já que deu tudo certo até agora. O medo de errar com os filhos e as cicatrizes de amores desfeitos são exemplos de oportunidade para o amadurecimento. Podemos parar, refletir e agir. Tudo tem um limite, tudo tem um começo. Ou recomeço. Estagnados é que não podemos ficar.

  18. Pingback: Aquela coisa sem nome « Na Toca da Cobra

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s