O mico e o picadeiro


Ok, não queria comentar disso, mas parece que as pessoas só lêem isso. O caso da menina jogada pela janela aconteceu perto de casa. A delegacia é mais perto ainda. É horrível não conseguir dormir com o som dos helicópteros filmando não sei o quê as 3:00 da manhã. Mas ninguém está mesmo interessado em meu drama pessoal, só no drama da menina… morta.

É notório o apelo comercial que tem o caso para telejornais (dos mais sangrentos aos mais recatados). Mas tenho lido, também, textos de supostos especialistas, culpando uma tal de “mídia”, esse ser impessoal que só nos atrapalha (e quando escrevem “mídia”, querem escrever “esse pessoal da zelite que só quer o mal pro meu BraZil”).

Após ler um desses textos, recebido por e-mail de meu amigo Alexandre Nogueira, escrevi uma resposta, que é o conteúdo desse post:

Bla bla bla…
 
O ponto é simples: aberrações, as há. Em uma metrópole de 25 milhoes de pessoas (contando a região metropolitana da Grande São Paulo) apenas haverá em maior número, e falo de número absoluto, não de porcentagens. Culpar a imprensa ou qualquer outro pela monstruosidade do fato é fechar os olhos para o real problema. Condenar de antemão, também.
 
Há uma guerra por audiência que chega, inclusive, a cauterizar consciências? Sim.
Mas há também os que se julgam “heróis” ao defender o indefensável. São, para mim, apenas micos querendo pular no picadeiro enquanto o elefante faz o seu show. O engraçado, no fim, é ver os micos fugindo das pisadas do elefante e o circo pegando fogo.




Só falta o pão…
 

Anúncios

4 comentários sobre “O mico e o picadeiro

  1. Óia… inspirei um post seu aqui no blog! Q honra.

    Então… da mesma forma que vc, tbm estou de saco cheio com o circo q vem sendo armado em cima de algo que, apesar de aberrante, mostra apenas mais uma ocorrência, dentre inúmeras que vemos todos os dias. O mais legal é ver vários profissionais e pseudo-profissionais erguendo a voz para dar uma opinião sobre UM caso, somente para, como vc mesmo disse, tentar aparecer mais do que o elefante.

    Este foi apenas mais um dos inúmeros que recebi, mas q condensava tudo aquilo que estes “profissionais” têm declarado. Neste momento é que surgem os “verdadeiros” investigadores, aqueles q “sabem” quem é o culpado e que, naturalmente vão querer que as luzes sejam voltadas a eles, pois a eles (sejam lá quem forem) é que terão A resposta.

    Qdo mandei pra vc o texto, sabia q o resultado seria algo em torno disto que você postou e espero que os comentários que o post acarretem sejam de conteúdo igualmente reflexivo.

    PS: falar em pão e circo, adivinha que jogo de estratégia temático eu ganhei? HUAHUAHUAHUA

  2. O chato vai ser não deixar você ganhar em seu próprio jogo

    *risada maquiavélica esfregando as mãos*

    HUA HUA HUA HUA!!!

  3. Pingback: Só falta o palhaço « Na Toca da Cobra

  4. Pingback: Só falta o palhaço

Comente aqui

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s